Varejistas se preparam para as promoções de fim de ano

Empresários já estão elaborando planejamento para a Black Friday e promoções de Natal


Sem previsão do término da pandemia do coronavírus e do início de vacinação, o varejo já está se planejando para a Black Friday em novembro e o Natal em dezembro. Nos EUA, país em que a promoção de fim de ano é levada muito a sério, segundo a Business Insider, a tradicional imagem de grandes filas que cruzam quarteirões, provavelmente, não se repetirá este ano.


Portanto, replicar essas emoções do consumidor e provocar multidões em e-commerce será um desafio para os varejistas. De acordo com o CEO da Macy’s, uma famosa rede de departamento dos EUA, a loja on-line é vista como uma peça fundamental para quem antes preferia somente o físico e é preciso dar aos clientes a opção de retirada do produto no estabelecimento real. É uma estratégia que pode proporcionar um grande diferencial na venda.



2020 garante uma nova Black Friday: on-line (Foto: unplash)

Outra tendência, não tão nova, será o aumento da força das parcerias de lojas com influenciadores digitais, com o objetivo de cativar mais clientes on-line para aproveitar as promoções do fim do ano. As lojas devem oferecer bons e reais preços, sem enganar o cliente, ofertar itens exclusivos e constituir recursos de captação de consumidor.



Os empresários também devem se recordar que muitos clientes perderam seus empregos e ainda não conseguiram uma recolocação no mercado, e isso impacta diretamente na decisão da compra de um produto ou não. É uma nova dimensão social.


Fonte: Mercado&Consumo

Texto por Juliana Neves – Redatora EVA

logo 1 - transp@4x.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Linkedin
  • Twitter
  • Pinterest

EVA - Escola de Varejo Aplicada © 2006 - 2020 | Um produto Renove - CNPJ: 08.992.904/0001-52