Recurso de pagamento via Whatsapp é suspenso

Os autores desta decisão são o Banco Central e a CADE


A empresa Cielo, na última quarta-feira (24), divulgou a decisão de suspender o serviço de transações financeiras via o aplicativo Whatsapp. Em razão de determinações do Banco Central e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).


Na semana passada, o Whatsapp havia anunciado que o Brasil seria o país cobaia para utilizar de um novo recurso do aplicativo, uma função que realizaria o envio e recebimento de pagamentos com cartões de bancos parceiros. Comerciantes que usam o Whatsapp Business também poderiam usufruir desta atualização para compra e venda de produtos ou serviços.


Entretanto, o Banco Central exigiu que as bandeiras Visa e Mastercard suspendessem o uso do aplicativo para as transações monetárias, a fim de avaliar os possíveis riscos do Sistema de Pagamento Brasileiro (SPB).



Ilustração de como seria o layout da função "Pagamento" (Foto: divulgação/Whatsapp)

O intuito do BC para ter feito esta atitude é preservar um adequado ambiente competitivo, que assegure o funcionamento de um sistema de pagamentos interoperável, rápido, seguro, transparente, aberto e barato", diz o BC em nota.


Em paralelo e alinhado ao BC, o CADE suspendeu a parceria da Cielo com o Facebook com a justificativa que ambas as empresas possuem ampla participação ativa e significativa no mercado. E a Cielo afirmou que manterá os acionistas informados sobre qualquer passo possível relacionado ao tema.


Fonte: Reuters e G1

Texto por Juliana Neves

16 visualizações
logo 1 - transp@4x.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Linkedin
  • Twitter
  • Pinterest

EVA - Escola de Varejo Aplicada © 2006 - 2020 | Um produto Renove - CNPJ: 08.992.904/0001-52