P&G compartilha orientações relacionadas à execução e à estratégia promocional


As mudanças impostas pela pandemia alteraram o comportamento de compras do brasileiro. Com base em diversos estudos que realiza, a P&G acredita que, com o shopper visitando menos os pontos de venda e buscando uma jornada mais ágil, a melhor estratégia para as lojas físicas neste momento é focar na elevação do tíquete. Para isso, a companhia listou uma série de ações práticas que seu supermercado pode adotar a partir de agora. As orientações foram compartilhadas com SA Varejo pelo diretor de A&I da P&G, Marcos Bauer.


Confira:

Cinco recomendações para aumentar seu tíquete com execução na loja


1. Garanta o sortimento e priorize inventário de tamanhos grandes. Eles ajudam os consumidores a estocarem, e também são mais fáceis de terem suas embalagens desinfetadas em casa.


2. Destaque soluções de “Faça Você Mesmo”. Os consumidores estão com novas necessidades em diferentes âmbitos, como aumento de hábitos de higiene e limpeza para evitar contágios, fazer tratamento de beleza em casa para compensar a visita ao salão, depilar-se em casa, aventurar-se em fazer novas receitas. Para isso, seja criativo e utilize sua loja para satisfazer essas novas necessidades. Por exemplo, coloque uma gôndola de “Salão em casa”, adicione um ponto extra de “Mantenha sua casa limpa”, ou faça uma exposição com ingredientes para fazer pão em casa.


3. Ajuste seus parâmetros de reposição. Não deixe faltar os produtos com tendências de crescimento devido aos novos hábitos de higiene.



4. Deixe um carrinho com uma cesta básica já pronto na entrada na loja. Isso vai ajudar não só para uma compra mais rápida, mas também para lembrar de algum item faltando na lista de compra.


5. Utilize pontos extras para lembrar seu shopper de produtos que normalmente esquecem como escovas de dentes, aparelho de barbear, pilha, etc. Se possível, utilize as pontas de gôndola para expor esses produtos.


Promoções eficientes ajudam na elevação do tíquete

Compras que antes eram realizadas, basicamente, aos sábados e domingos, agora são feitas em qualquer dia da semana. Em razão disso, a P&G recomenda manter as promoções por mais tempo e, se necessário, diminuir a profundidade dos descontos, garantindo assim preços acessíveis para mais shoppers sem gerar a sensação de escassez, o que poderia causar aglomerações.



Confira três estratégias promocionais adequadas para este momento:


1. Foco nos tamanhos maiores

Essas embalagens favoreçam a estocagem do shopper, possibilitando a eles ficarem mais tempo na segurança de casa. Em muitos casos, não é necessário fazer promoções adicionais, já que o preço dos tamanhos grandes por unidade de consumo é menor e o importante é comunicar isso para seus shoppers. Se não tiver tamanho maiores, faça combos virtuais e ofereça o desconto dos tamanhos maiores.


2. Incentive venda de itens de maior valor agregado

Segmentos de alta performance requerem atenção especial, com direito a comunicação focada em destacar a superioridade do produto. Hoje os brasileiros estão mudando os hábitos de limpeza e higiene, seja lavando mais as mãos, lavando mais as roupas, escovando os dentes e tomando banhos com maior frequência. Produtos que ofereçam um benefício superior de higiene e limpeza vão despertar o interesse do seus shoppers.


3. Não esqueça das novas categorias

É hora de incentivar a venda de categorias associadas às novas necessidades do shopper, mesmo que ainda apresentem penetração baixa. A dica da P&G é posicionar essas promoções perto das categorias relacionadas com alta penetração. Por exemplo, durante a quarentena, as menções online de transição capilar dobraram. Incentive tratamentos capilares e coloque esses produtos perto das categorias de shampoos e condicionadores.



FONTE: SAVarejo

logo 1 - transp@4x.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Linkedin
  • Twitter
  • Pinterest

EVA - Escola de Varejo Aplicada © 2006 - 2020 | Um produto Renove - CNPJ: 08.992.904/0001-52