Empresas estão com dificuldades para receber financiamento do governo

Instituições financeiras começaram a operar no Pronampe para ajudar os empresários brasileiros


Com o início da pandemia no Brasil, o governo federal anunciou uma questão de financiamento para empresas, com o objetivo de que elas continuassem a crescer mesmo no meio de uma crise sanitária. São diversas linhas possíveis de financiamento que constam muitas dificuldades na ponta e o dinheiro não chega até a empresa.


De acordo com esta condição, foi realizado uma busca e nesta última quarta-feira, 01, o Banco do Brasil iniciou operações no PRONAMPE (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Porte Pequeno) para destinar a possibilidade de financiar capital de giro e investimentos com taxa Selic mais 1,25% a.a para empresas que possuem receita bruta anual de valor inferior a R$4,8 milhões.


O banco também enviou R$3,7 bilhões para micro e pequenas empresas, sem cobrar Tarifa de Abertura de Crédito (TAC) e nem o Seguro Prestamista. Com isso, 1500 contratos foram assinados.


Outra informação é que a Caixa Econômica Federal já realizou 11 mil operações para emprestar, aproximadamente, R$542 milhões, 23% dos recursos foram captados somente pelo estado de São Paulo.


No site www.fiesp.com.br/coronavirus sempre há atualizações de informações das instituições financeiras que operam o Pronampe, bem como a oferta de um FAQ para esclarecimento de dúvidas e outras questões relacionadas sobre com linhas de crédito.



Texto por Juliana Neves - Redatora EVA

15 visualizações
logo 1 - transp@4x.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Linkedin
  • Twitter
  • Pinterest

EVA - Escola de Varejo Aplicada © 2006 - 2020 | Um produto Renove - CNPJ: 08.992.904/0001-52