Condomínios começam a ter mercados autônomos

Com a pandemia, startup instala loja autônoma dentro de condomínio


Omnibox, um startup do setor varejo, já inaugurou a sua primeira loja autônoma em um condomínio residencial. O estabelecimento possui 10m² e está localizado em Osasco, na grande São Paulo. A previsão é de dez mercados até o fim do ano com este formato.


Uma movimentação diferenciada de um mercado pelo motivo das pessoas estarem saindo menos de suas casas com a pandemia de coronavírus. Possuir um mercado dentro do condomínio facilita o dia a dia dos moradores.


Foi com este cenário que a startup aproveitou a oportunidade, pois 79% das pessoas já estavam usando algum aplicativo de delivery para a realização de compras rápidas ou comida pronta antes do início da pandemia. Além de que 61% já tinham ouvido e tido contato com alguma loja autônoma.


Sem precisar sair de casa, moradores encontram tudo o que precisam em um mercado autônomo no condomínio (Foto: mídia Wix)

Os benefícios deste mercado autônomo é 73% de praticidade, 51% de economia de tempo, 49% de disponibilidade em 24h00 e 28% de ausência de qualquer contato humano.


Afinal, quando se diz autônoma significa que na loja não há funcionários no estabelecimento. O morador entra no local, escolhe os produtos, faz o pagamento e vai embora. Sem contar que a forma de pagar é automática na conta em que ele registra em um aplicativo.


Fonte: NewTrade

Texto por Juliana Neves – Redatora EVA

43 visualizações
logo 1 - transp@4x.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Linkedin
  • Twitter
  • Pinterest

EVA - Escola de Varejo Aplicada © 2006 - 2020 | Um produto Renove - CNPJ: 08.992.904/0001-52